CARACTERÍSTICAS DOS SÁBIOS

Todos os sábios parecem ter três características psicológicas proeminentes:

1ª – Percepção ou sabedoria fora do comum.

NÃO UM CIENTISTA MAS: Os sábios são filósofos, mas filósofos práticos. Sua percepção abrange tanto o discernimento das verdades universais acerca da natureza humana — que de certa forma você poderia chamar de filosofia — quanto a percepção das verdades e falsidades particulares do indivíduo — que você poderia chamar de filosofia prática. Os budistas chamam de prajna.

Os sábios raramente proferem clichês. Seu ensinamento é desafiador, surpreendente, muitas vezes inquietante. Sua sabedoria lhes granjeia inimigos.

Eles são muito avançados para sua época, pioneiros, libertadores.

Por que granjeiam inimigos? Você não acredita que as pessoas desejam ser liberadas? -Acho que as pessoas não desejam ser liberadas. Não verdadeiramente liberadas, pois isso é sempre doloroso.

Porque a coisa mais necessária para toda verdadeira liberação é geralmente muito dolorosa. A verdade. Mas a verdade é uma necessidade humana básica.

Sim. é. Mas nem sempre a desejamos. Os sábios nos dizem as verdades que ninguém mais diz. as verdades de que mais carecemos e que menos desejamos.

E eles são os pioneiros, os progressistas, os liberais que liberam.

2ª – Amor, altruísmo, compaixão, generosidade

Prajna e kuruna. -Que é isso? -Sabedoria e amor, as duas grandes virtudes para o budismo. Não somente para o budismo; universalmente, acho. Na Bíblia e também na filosofia grega. Aristóteles as chamava de virtudes intelectuais e morais.

Karuna é o tipo de amor que brota naturalmente dentro da pessoa quando se tem coração grande e aberto. Ele torna a pessoa humilde.

Eles não ficam pensando em si mesmos, mas sim nos outros, preocupados com os outros. São altruístas, não por serem pequenos mas por serem vazios, abertos, amplos; sempre têm muito lugar dentro de si para os outros e suas necessidades.

Se concordamos quanto ao karuna, vamos passar à:

3ª – A criatividade.

Não se pode programá-los, imprensá-los, predizer o que farão, nem controlá-los. Não podem ser classificados em categorias conhecidas. Mas certamente ser criativo é ser novo em vez de antigo.

Examinemos as pessoas desses sábios. A classificação de “liberal” surgirá naturalmente dos fatos relativos à sua personalidade e história. Sim, examinemos as suas pessoas.  Nenhum deles é classificável como de Direita ou Esquerda. Sócrates, por exemplo, foi executado por uma conspiração na qual estavam reunidas a Esquerda e a Direita: dogmáticos que favoreciam o Sistema e céticos anti-Sistema, os “amigos dos deuses” e os novos relativistas, os sofistas. Na realidade, cada grupo classificava o filósofo como sendo amigo do outro grupo, e portanto, seu inimigo. A mesma coisa aconteceu com Jesus, cujos inimigos incluíram os dogmáticos fariseus e os céticos saduceus.

Resumindo, a questão introduzida ….foi a de que os fariseus acreditavam em mais (especialmente mais leis) e os saduceus em menos, pois acreditavam apenas no Pentateuco, os primeiros cinco livros da Bíblia, como tendo sido diretamente inspirados por Deus. É por isso que não acreditavam na vida após a morte, pois ela não é mencionada senão mais tarde, em Jó, nos Salmos e nos profetas.

De qualquer forma, a questão é que Jesus é igual aos outros sábios por não se encaixar nas classificações existentes de Direita e Esquerda?

Parece-me que em muitos dilemas, eles assumem a posição de Esquerda.

Você acha que, em alguns dilemas, eles assumem a posição de Direita, ou dos Tradicionalistas? -E em alguns dilemas, eles não assumem nenhuma dessas posições? -Sim. Eles não vivem de acordo com as regras. Não teriam sobrevivido se tivessem agido assim. Eles se adaptam. São criativos.

É isso mesmo. Daí a fascinação de se ouvir um diálogo entre eles.

Você nunca sabe com antecedência que resposta vão dar. Eles não dão papinha pré-digerida ou chavões batidos. Pelo contrário, dão a resposta que a pergunta realmente pede. Percebem que a verdadeira pergunta raramente está nas palavras. A verdadeira incógnita não é a pergunta em si, mas sim o indagador. Eles respondem a ele, e a resposta de alguma forma dá uma reviravolta na situação, de modo que eles questionam o indagador. Este sente-se questionado, desafiado, ao invés de desafiador. É por isso também que tanta gente sente-se ameaçada pelos sábios.

Posso seguir até o fim sua linha de raciocínio nesta descrição psicológica, e ela parece sustentar mais a minha classificação de Jesus do que a sua. Ele não está sozinho; é um dos sábios de todas as três formas. Como Salomão. Como um mestre Zen. Como Sócrates.

Ele é um sábio típico em sua sabedoria. Mas não um sábio entre os outros — nem Moisés, nem Sócrates, nem Salomão, nem Confúcio, nem Buda — reivindicaram ser Deus. Mas como você já demonstrou antes, tampouco nesse aspecto ele está sozinho. Sim, mas todos os outros que dizem ser Deus são loucos.

Você pode provar que Jesus não era louco? -Sim, tanto quanto essas coisas jamais podem ser provadas. E isso responderá à segunda de suas três perguntas. Tendo definido sabedoria, definiremos agora o complexo de divindade. E a justaposição dos dois responderá à sua terceira pergunta sobre como as duas condições são absolutamente incompatíveis.

O estado psicológico de alguém que tenha um complexo de divindade é exatamente o oposto ao do sábio em todas as três formas.

PRÉ-ARGUMENTAÇÃO PARA PROVAR QUE JESUS É DEUS

DO LIVRO: ‘O DIÁLOGO’

DE PETER KREEFT

PROVA DE QUE JESUS É DEUS

Anúncios

Sobre unidadenoespirito

homem de 46 a 55 anos região sul Brasil
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s